Fale Conosco: +55 (11) 1234-5678

Recursos - Devocional - A Cultura do Reino e a cultura pós-moderna!

30Jul2018

A Cultura do Reino e a cultura pós-moderna!

“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada umreceba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” 2 Coríntios 5:10

A cultura pós-moderna tem apresentado uma proposta sutil e destrutiva para indivíduos e famílias, com o objetivo de desagregação social e estabelecimento de uma agenda esquerdista que tem historicamente um único objetivo, a manipulação das massas e o poder a qualquer custo. Isto custou para a humanidade mais de 100 milhões de mortes ao longo da história.

Em síntese, esta é a finalidade do pós-modernismo que tem impregnado nas escolas, nas faculdades, uma doutrinação para obstruir a construção do pensamento pelas novas gerações, e assim, repercutir na política, na cultura, no comportamento, elementos que fortaleçam sua agenda.
O objetivo não é prolongar a análise da pós-modernidade, mas alertar e destacar um dos aspectos mais incisivos desta agenda. A desconstrução da verdade.

Quando uma verdade absoluta é colocada em dúvida, tudo se torna relativizado, e esta verdade passa a ser um mero ponto de vista que se aplica a uns e a outros não. Tanto faz abortar uma criança ou não, usar drogas ou não, se relacionar com pessoas do mesmo sexo ou não, destruir a família ou não, o que é importa é sua ‘felicidade’ e sua ‘experiência’ vivida, e nada mais interessa.

Pois bem, nosso olhar precisa confrontar esta cultura para que verdades absolutas e eternas não sejam negociadas.

A Bíblia diz que nada podemos contra a verdade, senão pela verdade (2 Co 13:8) . A verdade é eterna, imutável e universal. Nossa responsabilidade é regrar a nossa mente em conformidade com a verdade revelada de Deus e testemunhar essa verdade.

Jesus, no evangelho de João 14:6, diz que Ele é o caminho, a Verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim. E na Terceira Carta de João, diz o autor, “não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na verdade.” 3 João 1:4.

A cultura do Reino não negocia a verdade, pois para nós, cristãos, ela é absoluta, “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão" (Mateus 24:35). Nossa cultura sempre valorizará as pessoas mais do que as posses, a obediência mais do que o prazer, e a integridade mais do que a popularidade. (Jim Denison).

Que nossos olhos jamais se afastem da Verdade, pois no fim, todos, individualmente, daremos conta das verdades que realmente vivemos.


 
Deus te abençoe!